terça-feira, 20 de setembro de 2011

1 - A sad or happy final

" A sad or happy final " serão algumas mini-histórias que eu irei publicar no blog. Poderão ter um final triste, ou feliz.
Espero que gostem da minha primeira mini-story (:


- [Rita] Ela era apenas uma rapariga camponesa cheia de curiosidade. Ela e o seu pai trabalhavam para uma família muito rica.
- [André] Era o rapaz rico, fico dos patrões de Rita.


Rita trabalhava no campo, como todos os dias, e viu uma sombra aproximar-se por trás.
- Menino André, está tudo em ordem. - disse preocupada, porque não era custume ele andar por ali.
- Eu sei. Apenas te vim dizer o quanto és bonita. - Rita corou e sem dizer nenhuma palavra continuou o seu trabalho.
A partir desse dia, todos os dias eram iguais: André ia ter com ela e ficavam à conversa durante uns minutos. Certa noite, André foi até à pequena casa de Rita e sem que seus pais dessem por isso sairam. Divertiram-se muito, falaram, riram, brincaram, dançaram, tudo como nunca tinham feito com ninguém.
André decidiu revelar o que ia no seu coração a Rita. Era AMOR, aquilo que ele sentia quando estava perto de Rita, era simplesmente, AMOR.
Na realidade, ela sentia exatamente o mesmo, mas não o conseguia dizer. Afinal, o que era ela ao pé dele? Ela não era, era como um burro ao lado de um lindo e belo cavalo.
O amor entre ambos foi crescendo, até ao momento em que todos descubriram. André não se importou com a situação, pois para ele o AMOR era mais importante que as aparências. Já Rita não pensou da mesma maneira, exatamente... ela não queria que André fosse julgado por estar apaixonado por si.
Os pais de André e o pai de Rita lutaram e fizeram de tudo para os separar.


- Meu amor, eu prometo-te que vamos ficar juntos para SEMPRE!
- Sempre? Aconteça o que acontcer? - perguntou ela
- Sim, eu prometo-te que se for preciso até morro por ti!
- Não digas asneiras. Não sabes o que dizes!
- Sei sim. Queres que te explique? Isto, é o AMOR! - disse ele e beijou-a


Proibiram-nos de se verem. Rita apenas chorava no seu quarto, pois nem de lá podia sair. Enquanto isso, André pensava em alguma forma de cumprir aquilo que prometeu 'SEMPRE'
Passaram horas e Rita ouviu um barulho na janela, foi ver e lá estava ele, o seu grande AMOR!


- Que fazes aqui? És louco? Se descobrem é que nunca mais nos vimos. - disse ela assim que o viu
- Vamos fugir!
- Fugir? - estava indignada.
- Sim, vamos. - puxou Rita para fora de casa e foram juntos até ao porto (barcos).

Estavam felizes, mais felizes do que nunca. E era assim que iam ficar para SEMPRE, pensavam eles...
Durante a viagem de barco, ouve um acidente, e Rita morreu. André voltou a sua casa apenas para avisar da morte do AMOR DA SUA VIDA. Seus pais promteram nunca mais proibirem um amor. Horas depois André foi dado como morto.
No céu:


Ela: Prometes-te! Para SEMPRE!
Ele: Prometi, e aqui estou eu (:


FIM. NÃO ESTÁ MUITO BOM, MAS ESPERO QUE TENHAM GOSTADO

2 comentários:

  1. 1ª a comentar :)
    Está lindo amor! Quero que escrevas mais zx

    ResponderEliminar
  2. Ohh! era bom que fosse sempre assim... *-*

    ResponderEliminar